HomeVendas4 dicas para vender mais avaliação física na sua academia!

4 dicas para vender mais avaliação física na sua academia!

A sua academia, estúdio ou box oferece serviço de avaliação física? Se a resposta é não, então, você está perdendo a chance de melhorar os resultados dos seus alunos e ainda ganhar mais dinheiro de forma prática! Muitos negócios fitness não fazem exames físicos principalmente pela dificuldade em vender o serviço. Mas, esse procedimento é muito importante para quem treina, trazendo informações sobre saúde e desempenho.

Vamos imaginar uma situação: o seu aluno novato tem um desvio na coluna. Mas, ao começar a treinar, ele não fala sobre o problema – ou se quer sabe que ele existe! O seu instrutor prescreve um treino para ele e, em alguns dias, não dá outra: as dores começam a aparecer. E, sabe o que pode ser ainda pior?

A sua academia poderá ser responsabilizada pela lesão do aluno! Porém, o serviço simples de avaliação física para academia tem um baixo custo de investimento e evitaria o problema. Afinal, muitos alunos chegam para treinar achando que estão com a saúde em dia. Entretanto, sabemos que isso não é uma verdade absoluta!

Fita métrica no chão e aluna se pesando na balança enquanto faz avaliação física
Avaliação física é serviço importante para resultados dos alunos e faturamento em academias

Cada vez mais as pessoas estão preocupadas com a sua saúde e a qualidade de vida, investindo nos exercícios físicos para conquistar não só o shape ideal, mas também fôlego, desenvoltura, postura e condicionamento. Então, esse é o momento de conscientizar o aluno sobre a importância de ter um treino personalizado.

Nesse texto você vai entender a importância dessa prática e quais são os principais tipos de avaliação física para academia. Porém, além disso, irá descobrir dicas para agregar valor ao serviço e vender muito mais na sua recepção! Quer saber quanto em dinheiro extra você pode faturar por mês? Então, continue lendo!

O que é uma avaliação física?

Bom, a avaliação física deveria ser vista como um ponto de partida não só para o seu aluno, mas também para o seu negócio! Afinal, esse procedimento está entre os serviços fitness mais rentáveis que existem hoje em dia! Mais abaixo iremos detalhar as questões de preço. Porém, antes, é preciso entender quais são os reais benefícios que a avaliação entrega para os seus alunos.

De forma resumida, a avaliação física é um procedimento rotineiro que deve ser feito por um profissional de educação física. Através de análises, testes e exames, informações e dados sobre o corpo, saúde e desempenho físico do aluno são coletados.

Assim, a avaliação física é recomendada antes da pessoa começar a treinar, mas também periodicamente, antes do instrutor mudar os treinos. Desse modo, as análises corporais permitem:

  • Avaliar fatores de risco (doenças, sedentarismo e problemas musculares) 
  • Coletar centímetros de regiões do corpo 
  • Diagnosticar pontos físicos fortes e fracos 
  • Mensurar índice de gordura e massa corporal
  • Validar a evolução dos treinos 

Por isso, a avaliação física para academia não está associada somente com questões ligadas à estética, como mensuração de perímetros de um quadril e as dobras cutâneas. Vai muito além disso! Com base nos dados e informações do aluno, a avaliação ajuda a identificar quais atividades podem ou não serem feitas por ele.

Ou seja: existem vários tipos de modalidades de treino no mercado fitness, mas, por lógica, nem todas podem ser recomendadas. Além de não conseguir evoluir, quem treina sem avaliação física pode se lesionar! Logo, oferecer esse tipo de serviço representa um cuidado a mais com os seus alunos.

Anamnese, postural ou antropométrica: os tipos de avaliação física!

Uma ficha de avaliação física envolve saúde, capacidade física e bem-estar. Assim, existem vários tipos de testes e exames que podem auxiliar na prescrição de treinos. Em casos de alunos com doenças ou fatores de risco, o ideal é aliar o serviço da academia com as consultas médicas de rotina.

Entretanto, a avaliação física sempre irá complementar as informações corporais do cliente que quer treinar. Além do peso e das medidas, os pontos fortes e fracos do aluno também são coletados nas avaliações. Assim, eles podem estar ligados a capacidade (força, resistência e flexibilidade) ou com a funcionalidade do corpo (avaliação postural, por exemplo). Analisar essas informações ajuda a montar os treinos personalizados para o alcance dos objetivos de cada aluno.

Aluna de academia segurando gordurinha da barriga com os dedos antes de uma avaliação física
Ficha de avaliação vai muito além de índice de gordura e massa muscular

Afinal, se o aluno quer hipertrofiar, ele precisa saber como está o seu condicionamento físico e quais são os desafios para atingir as suas primeiras metas, certo? Entretanto, existem academias que não oferecem testes completos ou que sequer montam a ficha de avaliação física. Por isso, iremos mostrar as principais avaliações para você começar a usar no seu negócio fitness:

Anamnese

Muitas academias não fazem e não incluem a anamnese em ficha de avaliação física. Entretanto, se você quer conhecer à fundo o seu aluno, ela deveria ser o seu primeiro passo. Como um tipo de conversa clínica, esse é um método usado em ficha de avaliação física que investiga informações sobre a saúde do aluno, como histórico familiar, doenças hereditárias, hábitos alimentares e até mesmo a qualidade de sono da pessoa.

Avaliação antropométrica

Circunferências, perímetros e massa corporal: essa é a avaliação física mais comum entre as academias! Ela consiste em coletar as medidas corporais e os índices de gordura e de músculo do aluno facilitando a criação da ficha de avaliação física.

Porém, é durante o processo de treino que a avaliação se torna ainda mais importante para mostrar os resultados. Quanto de medidas estão sendo perdidas? Quanto de massa magra a pessoa está ganhando, por exemplo? Assim, a evolução do aluno fica muito mais notável.

Avaliação física neuromotora

A maioria dos seus alunos estão buscando por força, resistência muscular e flexibilidade. Então, como metrificar isso? Através da avaliação neuromotora, avaliação que pode ser divida em três etapas de análises. A força é medida através da resistência do aluno em lidar com energia mecânica.

A resistência muscular, então, é quantificada através de exercícios de repetição, como abdominais e flexões. Por fim, a flexibilidade do aluno pode ser avaliada usando o equipamento específico banco de Wells.

Homem sem camisa fazendo abdominal em academia
Exercícios de repetição analisam a resistência muscular do aluno

Avaliação nutricional

Esse é o tipo de avaliação física mais desejado por quem quer emagrecer! Essa ficha de avaliação faz um apanhado sobre a dieta e os hábitos alimentares do aluno. Porém, o certo é que o teste seja feito junto de um profissional nutricionista. Assim, fica mais fácil de montar um cardápio para o aluno chegar ao peso ou saúde desejados.

Avaliação física postural

A rotina em escritórios ou em posições repetidas faz com que desvios e alterações na postura, na coluna ou nas articulações sejam cada vez mais comuns! Entretanto, com esse tipo de análise, qualquer problema que pode prejudicar o treino ou o rendimento do aluno é visto com antecedência. Os pontos críticos são identificados através da observação do instrutor ou por fotografias.

Monetize com avaliação física usando 4 dicas simples

Como percebemos, a avaliação física é importante para os resultados do aluno, mas, principalmente, para a sua entrega das suas promessas como academia. Entretanto, por ser uma atividade complexa, é natural que a avaliação tenha um preço! Assim, quando bem feita, se torna uma ótima estratégia de lucro extra para o seu negócio.

Por isso, você não pode ter receio de vender, mas, precisa estar ciente sobre o valor que irá agregar à vida do seu cliente. O Next Fit já falou de avaliação física para academia nesse vídeo sobre rendas extras. Dê uma conferida:

Voltando para as nossas dicas: atualmente, cada avaliação física pode ser cobrada entre R$ 30 e R$ 50, dependendo da região. Ou seja, se você fizer ao menos 60 avalições mensais, isso representa um ganho entre R$ 1.800,00 a R$ 3.000,00 mil para o seu caixa. Por ano, isso representará um valor extra de até R$ 36 mil!

Para isso, basta o profissional de educação física, uma sala reservada e a compra inicial de alguns equipamentos, como:

  • Adipômetro
  • Banco de Wells 
  • Bioimpedância 
  • Estadiomêtro
  • Ultrassom 
  • Entre outros 

É claro que os aparelhos certos irão depender do tipo de avaliação física e serviço que você quer oferecer. Mas, independente disso, você precisa estar pronto para saber vender o valor de uma boa ficha de avaliação física! O primeiro passo é entender que, sim, existem muitas objeções sobre o serviço!

Afinal, o aluno só vai entender à fundo o valor da avaliação física quando estiver com os resultados em mãos. Entretanto, antes, você pode aplicar essas 4 dicas para garantir as vendas e os melhores resultados para a sua academia:

A imagem mostra um personal homem segurando uma fixa enquanto aponta para ela instruções de sua evoluçao como aluna. Ela por sua vez está sorrindo. Ambos estão dentro de uma academia cheia de equipamentos.
Entrega de resultados ajuda na fidelização e motivação

1. Mostre o que o espelho não mostra!

Como já percebemos, uma ficha de avaliação física não é feita apenas de medidas. Ela representa todo o processo que falta para o aluno chegar ao objetivo inicial. Assim, para vender essa atividade, você precisa falar o que o aluno quer ouvir: evolução rápida e segura nos treinos.

Mesmo que para ele não seja óbvio, quem oferece isso é a avaliação física! Não, a avaliação não irá fazer milagre e garantir que o aluno emagreça 20 kg em três meses. Porém, com certeza, irá evitar que ele perca tempo com atividades e treinos que não geram resultado. Outro ponto importante é a validação dos esforços do aluno.

Durante um mês de treino, por exemplo, o espelho dele provavelmente não vai mostrar grandes diferenças em seu corpo. Mas, com os testes, ele irá notar quanto de dobra cutânea foi perdida, quanto de massa magra foi ganha e assim por diante!

A entrega de resultados é muito importante para validar o seu trabalho, mas, principalmente, para o manter o aluno confiante e motivado. Assim, ao vender, deixe claro que o seu treino é montado de forma personalizada e conta com entrega periódica de resultados. Assim, o novo aluno começa a enxergar o valor.

2. O exemplo nunca falha!

Conscientizar sobre a importância da avaliação física para a saúde e o desempenho do aluno é a parte mais importante. Porém, como fazer isso sem parecer papo de vendedor para lucrar com um serviço adicional? Mostrando exemplos! Explique sobre a avaliação física e traga como referência um case de sucesso entre seus alunos.

Por exemplo: você pode citar o acompanhamento de um atleta de alta performance que treina em sua academia. Ou, uma pessoa que perdeu 15 kg ou mais em um ano contando com o acompanhamento do seu instrutor. Assim, dependendo do rumo da conversa, você também pode usar exemplos negativos.

Alunos que se lesionaram, tiveram que parar os treinos ou que não atingiam o objetivo por falta de informações sobre o seu corpo e saúde. Ou seja, além da visão positiva, apresente os riscos para o seu cliente.

3. Decoração, música e café: encante o cliente!

Que tal fazer da sua avaliação física um momento de alta experiência para o aluno? Sim, isso é possível! Invista em sua sala fazendo dela um local acolhedor e receptivo. Ao invés de contar com um espaço branco e com aspecto de clínica, faça diferente! Faça uma decoração clean, coloque uma música ambiente e tenha sempre algo para oferecer ao cliente: um café, um biscoito fitness, uma barrinha de cereal.

Isso fará com ele se sinta bem e não veja tantas objeções por passar pela experiência. Por isso, se contar com uma sala com essas características, não fale apenas sobre a avaliação! Na hora da venda do serviço, apresente o local para o cliente perceber que a sua academia é mesmo diferenciada.

Foto de barrinhas de cereais
Mesa com café, chá e barrinhas pode agregar a experiência do aluno

4. Deixe o aluno experimentar!

Bom, chegamos a nossa dica final! Realmente o seu público é mais relutante em pagar pela avaliação física para academia? Então, não lute contra esse fato! Mostre no dia a dia do aluno a importância desse serviço. Neste caso, invista em promoções onde o cliente ganha a avaliação física. Você pode oferecer pacotes de planos novos com o serviço grátis nos dois ou três primeiros meses.

Isso irá servir de isca para o seu cliente perceber a importância de ter treinos personalizados. Depois, quando o período de gratuidade terminar, o próprio aluno sentirá falta do acompanhamento e entrega periódica de resultados.

Lucre ainda mais com o Next Fit!

Quer ter maior controle de vendas e do seu caixa? Então, conte com o nosso sistema de gestão. No Next Fit você tem acesso a mais de 70 relatórios para análises não só financeiras, mas também administrativas e operacionais. Faça parte do time de 2.500 negócios fitness que estão acima da média no mercado ao usarem a nossa solução. Conheça todos os nossos benefícios.

Artigos relacionados
- Sistema para academia -spot_img

Em destaque